Blog do Matias

Sem fazer alarde, a série "The OA" torna-se um novo vício relâmpago

Alexandre Matias

TheOA

Que final de ano! Ainda digerindo o final de Westworld, sob o impacto de Rogue One, e vem o Netflix e solta os oito primeiro episódios de The OA, uma inusitada série sobre uma mulher que ressurge depois de sete anos desaparecida. Misturando elementos de fantasia, ficção científica e terror, The OA é protagonizada por sua autora, a atriz e escritora Brit Marling, que divide a concepção da série com seu colega Zal Batmanglij, francês de pais iranianos que cresceu nos EUA. Juntos, Marling e Batmanglij já fizeram o scifi A Seita Misteriosa (2011) e o thriller O Sistema (2013) e os dois filmes dão uma ideia da amplitude de gêneros abordados pela dupla.

The OA segue a mesma linha, misturando espiritualidade, fantasia, sentimentalismo e o jogo entre relações com ficção científica pesada, terror psicológico, crimes, política e guerra de nervos, mas dá cavalos de pau na narrativa a cada episódio, jogando o espectador para recantos inusitados quando a série parece encontrar um prumo específico. São estas reviravoltas na história – que quase sempre acontecem no final de cada episódio, sempre apresentadas de forma espetacular, que tornam o seriado um vício de televisão daqueles que nos faz assistir episódios enfileirados um no outro. Facilita também o fato da primeira temporada ter apenas oito episódios (lição tirada de Stranger Things, que estranhamente paira sobre The OA), cuja duração varia entre trinta minutos e uma hora inteira.

Vou dar um tempo antes de escrever melhor sobre esta série (Westworld e Rogue One ainda pedem explicações), mas se você já assistiu à série, comente o que achou sobre ela aí embaixo.

Sobre o Autor

Alexandre Matias, 41, nasceu em Brasília e mudou-se para Campinas em 1993. Começou a trabalhar como jornalista no Diário do Povo, em Campinas, e em 1995 criou a coluna Trabalho Sujo (http://trabalhosujo.com.br/), que manteve em papel pelo tempo que ele trabalhou no jornal, até 1999, quando a transformou em um site, que mantém até hoje. Atualmente mantém o podcast Vida Fodona (http://fubap.org/vidafodona/) e uma coluna sobre música brasileira na revista Caros Amigos. Também produz a festa semanal Noites Trabalho Sujo na Trackers, no centro de São Paulo, onde mora desde 2001. Trabalhou ainda como tradutor de HQs, editor-executivo da Conrad Editora e editor-chefe da agência de notícias do projeto Trama Universitário, da gravadora Trama. Também editou o caderno Link do jornal O Estado de S. Paulo e foi diretor de redação da revista Galileu, da editora Globo.

Sobre o Blog

A cultura do século 21 é muito mais ampla que a cultura pop, a vida digital ou o mercado de massas. Inclui comportamento, hypes, ciência, nostalgia e tecnologia traduzidos diariamente em livros, discos, sites, revistas, blogs, HQs, séries, filmes e programas de TV. Um lugar para discussões aprofundadas, paralelos entre diferentes áreas e velhos assuntos à tona, tudo ao mesmo tempo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Blogs - Blog do Matias
Topo